Resultados Anuais da Contratualização de 2017

No dia 11 de maio de 2018, a Saudaçor, SA promoveu uma reunião com todos os Conselhos de Administração dos Hospitais e das Unidades de Saúde de Ilha com vista à apresentação dos Resultados Anuais da Contratualização de 2017.

Numa breve apresentação a Presidente do Conselho de Administração da Saudaçor, Dra. Luísa Melo Alves abriu a sessão tendo, S. Exa o Secretário Regional da Saúde, Dr. Rui Luís, dirigido algumas palavras prévias aos presentes.

Iniciada a sessão, a Dra. Marlene Silva apresentou os resultados de cada um dos parâmetros aferidos com indicação dos níveis atingidos para cada USI em cada objetivo delineado na contratualização então acordada.

Ao todo foram expostos os resultados dos 33 indicadores contratualizados com as USI em 2017, que se subdividiam em 4 áreas fundamentais, nomeadamente, acesso, desempenho assistencial, eficiência e processo. Para além disso, também foram apresentados os resultados dos 11 indicadores contratualizados com os Hospitais que se dividiam nas áreas de desempenho assistencial e processo.

Durante a sessão, sublinharam-se os pontos positivos em resultado do trabalho desenvolvido durante o ano 2017, a saber: Redução da lista de inscritos nos Cuidados de Saúde Primários (CSP) da RAA, tendo sido feito um esforço evidente no sentido de aproximar o número de inscritos nos CSP do número de habitantes da ilha; Redução do número de utentes sem Médico de Família (MF); Redução do tempo de espera para consulta a utentes com MF; Melhoria da taxa de utilização de consultas médicas e de enfermagem; Melhoria do acompanhamento de grávidas e crianças no seu primeiro ano vida; Melhoria dos registos de consultas médicas, nomeadamente, no que respeita à codificação do SOAP com ICPC-2; Grande evolução na quantificação de hábitos tabágicos e no registo de IMC em utentes com idade igual ou superior a 14 anos; Redução da proporção de consultas realizadas em âmbito de urgência, no total de consultas realizadas.

Em suma, e a partir dos resultados apresentados, foi possível verificar que, através de um compromisso de colaboração e de um trabalho conjunto, tem sido possível ao SRS alcançar resultados relevantes em prol dos utentes.

 

 

De seguida, a Dr.ª Raquel Dias, Coordenadora do Gabinete de Estudos e Planeamento, apresentou o panorama da situação económica das Unidades de Saúde de Ilha e dos Hospitais da Região, para o mesmo período de tempo, tendo referido que, para o cômputo global das unidades de saúde que integram o Serviço Regional de Saúde, registou-se um agravamento dos resultados operacionais, em resultado do efeito conjugado de aumento dos custos (+2%, face a 2016), com a quebra acentuada dos proveitos (-5%, face a 2016). De referir que o aumento de Gastos se centrou essencialmente, na rubrica de Pessoal, resultado do impacto nos vencimentos e no trabalho extraordinário, das alterações legislativas introduzidas nos últimos dois anos, bem como do aumento do n.º de efetivos.

Finalizando os trabalhos, a Coordenadora do Gabinete de Gestão de Prestações em Saúde e Contratualização, Dra. Ana Raquel Santos, fez a apresentação do Projeto “Repesando os cuidados prestados aos doentes mais complexos de SRS”. Recentemente a Saudaçor levou a cabo um estudo, em parceria com a Escola Nacional de Saúde Pública, para apuramento de custos por utente ao nível dos cuidados de saúde primários. Uma das conclusões mais relevantes foi que um dos principais fatores explicativos do aumento do consumo de recursos é o número de doenças crónicas, sendo que o maior número de doenças crónicas implica o aumento do consumo de recursos. Esta constatação está na base da reflexão sobre os cuidados prestados a doentes com multimorbilidade. O presente projeto objetiva estabelecer Planos Integrados de Cuidados orientados para as necessidades concretas de cada pessoa. Em concreto, pretende-se orientar a pessoa por um clincal pathway definido com intervenções organizadas de todos os profissionais abrangidos, e realizar atividades de prevenção direcionadas para a literacia em saúde, autocuidados e atividade física.